Guob 2014
Oracle Data Guard 11g com VirtualBox – Parte 3
fevereiro 15, 2013

Introdução

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Parte 5

Parte 6

Na parte 2 vimos como configurar e instalar o software do Oracle Database 11g.

Como é necessário duas máquinas virtuais para o nosso teste com Oracle Data Guard 11g, iremos então clonar literalmente a máquina DB Primary para a máquina a nova máquina virtual chamada DB Dataguard. Essa ação é muito fácil de ser feita com o VirtualBox, apenas com alguns cliques temos nossa máquina clonada.

Após a clonagem, teremos os seguintes ambientes para os testes de Dataguard:

VMS DG

Clonando a VM

Para clonar a VM DB Primary, siga os passos abaixos:

dg90

dg91

 

Clique na opção Clone … para abrir o assistente de configuração da nova máquina virtual.

dg92

Defina o nome como DB Dataguard.

dg93

 

Escolha a opção Full clone para iniciar a clonagem da VM.

dg94

dg95

 

 

Nesse ponto temos duas máquinas virtuais, uma chamada DB Primary que é nosso banco de dados produção e a VM DB Dataguard que é o Oracle Dataguard do banco de dados da máquina DB Primary.

Vamos iniciar a máquina DB Dataguard para iniciarmos as configurações nessa máquina.

dg96

dg97

 

Com a máquina ligada, clique em Administration depois Network.

dg98

 

Clique no botão EDIT para a interface eth0.

dg99

 

Defina o IP 20.0.0.20 para o endereço ip da interface.

dg100

Confirme a operação.

dg101

dg102

 

Agora na aba DNS mude o hostname para standdg.oracle.com

dg103

 

Agora precismos ativar a interface, para isso clique no botão Activate.

dg104

dg105

dg106

dg107

 

Agora, precisamos alterar o arquivo host da máquina, para isso, vamos conectar na máquina de Dataguard e mudar o arquivo de configuração /etc/hosts

FlavioSoares:VirtualBox VMs flaviosoares$ ssh root@20.0.0.20
The authenticity of host '20.0.0.20 (20.0.0.20)' can't be established.
RSA key fingerprint is 66:86:82:d1:f4:72:1a:a0:55:c3:b2:65:f8:64:1f:17.
Are you sure you want to continue connecting (yes/no)? yes
Warning: Permanently added '20.0.0.20' (RSA) to the list of known hosts.
root@20.0.0.20's password: 
Last login: Thu Jan 31 23:37:17 2013
[root@standdg ~]#
[root@standdg ~]# vi /etc/hosts
# Do not remove the following line, or various programs
# that require network functionality will fail.
127.0.0.1	localhost.localdomain localhost
::1		localhost6.localdomain6 localhost6

20.0.0.10	bancodg.oracle.com bancodg
20.0.0.20	standdg.oracle.com standdg
[root@standdg ~]# 
[root@standdg ~]# hostname
standdg.oracle.com
[root@standdg ~]# hostname -i
20.0.0.20

Por último, precisamos mudar a variável de ambiente ORACLE_SID, para o banco que será o nosso Dataguard que no nosso caso chama-se stdby para o banco de Dataguard:

[oracle@standdg ~]$ cat ~/.bash_profile
# .bash_profile

# Get the aliases and functions
if [ -f ~/.bashrc ]; then
. ~/.bashrc
fi

# User specific environment and startup programs

PATH=$PATH:$HOME/bin

export PATH

export ORACLE_BASE=/u01/app/oracle
export ORACLE_HOME=$ORACLE_BASE/product/11.2.0/dbhome_1
export ORACLE_SID=stdby
export PATH=$ORACLE_HOME/bin:$PATH

Teste de conectividade entre as VMs

Para iniciar os testes de conectividade das máquinas, inicie a VM DB Primary.

dg108

 

Com a máquina DB Primary ligada, conecte e realizar os testes abaixos.

FlavioSoares:VirtualBox VMs flaviosoares$ ssh root@20.0.0.10
root@20.0.0.10's password: 
Last login: Thu Jan 31 23:59:23 2013 from 20.0.0.1
[root@bancodg ~]# cat /etc/hosts
# Do not remove the following line, or various programs
# that require network functionality will fail.
127.0.0.1	localhost.localdomain localhost
::1		localhost6.localdomain6 localhost6

20.0.0.10	bancodg.oracle.com bancodg
20.0.0.20       standdg.oracle.com standdg

[root@bancodg ~]# hostname

bancodg.oracle.com

[root@bancodg ~]# ping standdg
PING standdg.oracle.com (20.0.0.20) 56(84) bytes of data.
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=1 ttl=64 time=1.30 ms
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=2 ttl=64 time=0.237 ms
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=3 ttl=64 time=0.404 ms
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=4 ttl=64 time=0.358 ms

--- standdg.oracle.com ping statistics ---
4 packets transmitted, 4 received, 0% packet loss, time 3002ms
rtt min/avg/max/mdev = 0.237/0.577/1.309/0.427 ms

[root@bancodg ~]# ping standdg.oracle.com
PING standdg.oracle.com (20.0.0.20) 56(84) bytes of data.
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=1 ttl=64 time=0.247 ms
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=2 ttl=64 time=0.340 ms
64 bytes from standdg.oracle.com (20.0.0.20): icmp_seq=3 ttl=64 time=1.00 ms

--- standdg.oracle.com ping statistics ---
3 packets transmitted, 3 received, 0% packet loss, time 2003ms
rtt min/avg/max/mdev = 0.247/0.529/1.001/0.336 ms

Agora faça o teste inverso, da máquina virtual DB Dataguard faça o seguinte:

[root@standdg ~]# hostname
standdg.oracle.com
[root@standdg ~]# ping bancodg
PING bancodg.oracle.com (20.0.0.10) 56(84) bytes of data.
64 bytes from bancodg.oracle.com (20.0.0.10): icmp_seq=1 ttl=64 time=0.181 ms
64 bytes from bancodg.oracle.com (20.0.0.10): icmp_seq=2 ttl=64 time=0.363 ms
64 bytes from bancodg.oracle.com (20.0.0.10): icmp_seq=3 ttl=64 time=0.278 ms

--- bancodg.oracle.com ping statistics ---
3 packets transmitted, 3 received, 0% packet loss, time 1999ms
rtt min/avg/max/mdev = 0.181/0.274/0.363/0.074 ms

[root@standdg ~]# ping bancodg.oracle.com
PING bancodg.oracle.com (20.0.0.10) 56(84) bytes of data.
64 bytes from bancodg.oracle.com (20.0.0.10): icmp_seq=1 ttl=64 time=0.134 ms
64 bytes from bancodg.oracle.com (20.0.0.10): icmp_seq=2 ttl=64 time=0.247 ms
64 bytes from bancodg.oracle.com (20.0.0.10): icmp_seq=3 ttl=64 time=0.379 ms

--- bancodg.oracle.com ping statistics ---
3 packets transmitted, 3 received, 0% packet loss, time 1999ms
rtt min/avg/max/mdev = 0.134/0.253/0.379/0.100 ms

Criando o LISTENER

Aproveitando que as duas VMs estão ligadas e seus host atualizados, vamos aproveitar e criar o listener nelas. Para isso conecte com o usuário oracle em cada uma das máquina e realize os passos abaixo:

dg109

Execute o comando netca

dg110

dg111

dg112

dg113

dg114

dg116

dg117

dg118

dg119

 

Acima está apenas os passos da máquina DB Primary (bancodg), é necessário realizar os mesmos passos para a máquina DB Dataguard (standdg).

7 comments on “Oracle Data Guard 11g com VirtualBox – Parte 3

  1. Felipe on said:

    Olá, mt bom! Cade a continuação ?

    Obrigado!

  2. Nuno Santos on said:

    Parabéns :)

    Bom trabalho como é habitual neste blog.

    Abraços

  3. Rivaldo Guimarães on said:

    Boa tarde, gostei muito do material. Sou Analista de Banco de Dados da Universidade Federal de Pernambuco e trabalho com oracle há pelo menos 2 anos. Gostaria de saber se existe alguma material de deste mesmo nível de qualidade e clareza para instalação em SO Oracle Linux Minimal, sem interface gráfica, sei que os passos são os mesmos, mas alguns deles tenho dificuldades de executar num terminal.

    Desde já grato pela grande contribuição desde material.

    Rivaldo Guimarães
    Técnico de Tecnologia da Informação – Banco de Dados – UFPE

    • Olá Rivaldo, obrigado pelo comentário!

      Acredito que já tenha visto na net a instalaço do Oracle Linux em modo Minimal, mais não recordo onde foi. De qualquer forma essa é uma grande ideia para o próximo post :)

      Obrigado mais uma vez pelo comentário, continua acompanhando o blog sempre que puder Rivaldo.

      Forte abraço!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*