Exadata Write-Back Flash Cache
fevereiro 25, 2014

A feature Write-Back Flash Cache vem através da tecnologia Exadata Smart Flash Cache do Exadata. Com o Write-Back Flash Cache é possível utilizar o Exadata Smart Flash Cache também para realizar o cache das escritas realizadas no bloco do banco de dados.

Principalmente para grandes escalas de bancos OLTP ou cargas Batch’s, o Write-Back torna o Smart Flash Cache do Exadata muito mais atrativo, pois elimina qualquer gargalo de disco existente passando diretamente o I/O para a PCI flash. Para se ter uma ideia de como é rápido essa tecnologia, utilizando um single full rack Exadata Database Machine X4-2, ele ultrapassa 1.960.00 escritas I/O por segundos levando sem consideração um bloco de 8K, e ele é totalmente automático e transparente e lhe dá algumas opções de configuração.

O Write-Back também está disponível para as versões X2, porém a versão mínima do Oracle Exadata Storage Server Software deve ser 11.2.3.2.1 e certifique-se que tanto o software de grid infrastructure and database homes estão no patch 11.2.0.3.9 ou maior.

A pergunta que fica é: Devo habilitar o write flash cache no meu Exadata? Bom, por incrível...

Matriz de certificação Oracle Database
novembro 3, 2013

- Red Hat Release 4 é certificado com o Oracle 11g R2?
- O Oracle 9i roda no Asianux Server 3.0?
- Solaris SPARC 8 é homologado com o Oracle 11g?

É …

Qual é o DBA que nunca ouviu esse tipo de pergunta? Principalmente “naquelas” reuniões de início de projeto, por isso eu sempre ando com essa cola abaixo.

As notas abaixo, contém todas as matriz de certificação de todos sistemas operacionais homologado pela Oracle para utilização do Oracle RAC.

Por isso, pintou qualquer dúvida, basta consulta abaixo através do support.oracle.com:

NOTE:1304727.1 – Certification Information for Oracle Database on Linux x86-64
NOTE:1307025.1 – Certification Information for Oracle Database on HP-UX Itanium
NOTE:1307026.1 – Certification Information for Oracle Database on HP-UX PA-RISC Platform
NOTE:1307041.1 – Certification Information for Oracle Database on Solaris SPARC 64
NOTE:1307056.1 – Certification Information for Oracle Database on Linux x86
NOTE:1307189.1 – Certification Information for Oracle Database on Microsoft Windows x86 (32-bit)
NOTE:1307195.1 – Certification Information for Oracle Database on Microsoft Windows x64 (64-bit)
NOTE:1307389.1 – Certification Information for Oracle Database on Oracle Solaris x86-64
NOTE:1307544.1 – Certification...

Oracle Goldengate 12c
outubro 19, 2013

Enfim o Oracle Goldengate 12c foi lançado.

Assim como o Database, o Goldengate na versão 12c não foi comentado no site da Oracle (por enquanto), porém ele já está disponível para download, e eu já estou baixando :)

Goldengate 12c FlavioSoaresDownload

Fora do DB12c, esse é o produto Oracle que mais estava aguardando para conferir na nova versão. Tem muita expectativa envolvida nessa nova versão e se depender da Oracle e pelo que ela tem mostrado com o Database 12c, essas expectativas serão cumpridas.

Para baixar a nova versão, simplesmente entre no site: https://edelivery.oracle.com

Aceite todos os termos e contratos (é tudo free, não tem que pagar nada). Depois selecione no combobox “Select a Product Pack” o nome “Oracle Fusion Middleware” e depois selecione o tipo do Goldengate que desejar. No meu caso estou baixando para Linux: Oracle GoldenGate for Non Oracle Databases v12.1.2 Media Pack for Linux x86-64

Encontrando os dispositivos mapeados no ASMLib com Oracle Linux 6
setembro 27, 2013

Siga os passos abaixo se você deseja encontrar os dispositivos presentes no Oracle Linux 6 quando mapeados através do ASMLib.

Primeiramente vamos encontrar os nomes dos discos registrados no Oracle ASMLib. Para isso liste os discos através do comando abaixo:

[grid@oraclelinux6 ~]$ oracleasm listdisks
ASMDISK_0001
ASMDISK_0002
ASMDISK_0003

No exemplo acima temos 3 discos registrados no ASMLib. Agora, utilizo o querydisk para encontrar que dispositivo do Linux que faz referência aos discos acima:

[grid@oraclelinux6 ~]$ oracleasm querydisk -d ASMDISK_0001
Disk "ASMDISK_0001" Is a valid ASM disk On device[8,19]

Como mostra acima, o disco registrado no ASM chamado ASMDISK_001 está vinculado ao device [8,19]. Isso significa que o device do Linux [8,19] está mapeado para o disco ASM chamado de ASMDISK_001.

Para saber qual é o dispositivo [8,19], use o comando:

[grid@oraclelinux6 ~]$ ls -l /dev/* | grep 8, | grep 19
brw-rw----  1 root disk 8,  19 Set 24 02:17 /dev/sde1
Oracle Goldengate e Flashback Table Feature
setembro 12, 2013

O Oracle Flashback como você  já deve saber, é uma notável tecnologia capaz de visualizar os estados passados do seu banco de dados e permitir até voltar a esse passado sem a necessidade de utilizar o Point-in-Time Media Recovey.

Essa feature utiliza o Automatic Undo Management para obter o metadata e os históricos das transações, com ela você pode: executar consultas que retornam dados do passado, executar consultas que mostram um histórico de mudanças do seu banco de dados ou até mesmo recuperar dados perdidos de uma maneira rápida e entre outras coisas.

Existem vários tipos de Flashback, cada um para o que você precisa. Por exemplo caso deseje voltar sua tabela para um determinado SCN você deve utilizar o flashback table … to SCN; porém caso precise voltar a um determinado período você simplesmente utiliza o flashback table … to TIMESTAMP. 

Mais o que você provavelmente não sabe se essa tecnologia funciona com o Oracle Goldengate.

Pelo que notei o Goldengate trabalha sem qualquer problema utilizando as seguintes opções do FLASHBACK TABLE:

- FLASHBACK TABLE <table> TO RESTORE POINT

- FLASHBACK TABLE <table> TO TIMESTAMP

- FLASHBACK TABLE <table> TO SCN

Nos testes que fiz...

Criação adiada de segmentos
agosto 25, 2013

A Criação Adiada de Segmentos (Deferred Segment Creation) realmente faz o que o nome sugere, somente é criado um segmento quando uma linha é inserida e não quando criamos o objeto, funcionalidade esta habilitada por padrão a partir do Oracle 11G R2 através do parâmetro de inicialização DEFERRED_SEGMENT_CREATION.

SQL> show parameter deferred

NAME                                 TYPE        VALUE
------------------------------------ ----------- ------------------------------
deferred_segment_creation            boolean     TRUE

Veja aqui que quando crio a tabela T1, nenhum segmento é criado com ela:

SQL> create table  T (id number);

Table created.

SQL> select * from user_segments;

no rows selected

Somente então quando insiro a primeira linha na tabela que o segmento é criado:

SQL> insert into T values(1);

1 row created.

SQL> commit;

Commit complete.

SQL> select segment_name from user_segments;

SEGMENT_NAME
--------------------------------------------------------------------------------
T

SQL> select table_name,segment_created from user_tables;

TABLE_NAME              ...
Próxima Página »